Como fazer negócio em feiras de energia solar fotovoltaica

Isaque Guanabara, especialista de produtos da Sungrow, e Fabio Furtado CCO da SolarZ, deram algumas dicas de como fazer negócio em feiras de energia solar.


Como fazer negócio em feiras no mercado de energia solar

Os eventos sempre tiveram muito destaque no mercado de energia solar, sendo fundamentais para o crescimento do setor. Antes da pandemia, o networking era pautado no offline. Com as restrições e a crise causadas pela Covid-19, houve a suspensão de todos esses eventos no formato presencial. 

O avanço da vacinação e a diminuição na média móvel diária de mortes no Brasil fizeram com que algumas restrições sociais fossem retiradas. O que possibilita a realização de eventos presenciais novamente. 

A Intersolar, por exemplo, é uma feira global que é referência não só no Brasil, mas no mundo todo. Além disso, movimenta bastante o mercado solar, pois envolve a participação de integradores, fornecedores, distribuidores, etc. 

Se você pretende participar de uma feira como essa, é preciso agir estrategicamente, para que consiga aproveitá-la ao máximo. Além de ser uma excelente oportunidade para a negociação, ainda é uma experiência única para adquirir conhecimento.

O Isaque Guanabara, especialista de produtos da Sungrow, e o Fabio Furtado, CCO da SolarZ, nos deram algumas dicas de como fazer negócios em feiras de energia solar. Confira: 

Os benefícios da participação nos feiras presenciais

Para Isaque Guanabara, houve uma grande evolução tecnológica no mercado solar. Com a pandemia, as empresas conseguiram sentir a importância do digital, o que é fundamental para o crescimento do setor. Contudo, na visão dele, os eventos presenciais são insubstituíveis.  

O especialista de produtos da Sungrow conta que teve a oportunidade de participar de eventos desde 2012 e que essa foi uma ótima oportunidade para conhecer pessoas.

Para quem está no mercado, é fabricante e conhece grandes empresas, é um pouco mais tranquilo. Mas imagina aquela pessoa que acabou de se formar e tem o interesse em entrar na área. A impessoalidade do online fica muito difícil para criar um relacionamento. Muitas vezes ela não tem amigos e nem pessoas em volta para trocar experiências.”

Essa oportunidade de proximidade com alguém da área que possa instruir é comumente mais fácil no evento presencial. É dentro dele que se pode ter outros insights, como o da movimentação de mercado e tendências, além de permitir a formação de um networking. 

Na visão de Isaque, concorrentes não são inimigos, pois existe mercado para todos, o que permite um crescimento saudável. Não precisa haver guerra entre distribuidores e fabricantes, muito menos entre integradores. Ele acredita que todos devem estar unidos para pensar em como fazer o mercado crescer de uma forma sustentável, pensando a longo prazo. 

Para Fabio Furtado, se você está em dúvida se deve ir ou não para feiras presenciais, é importante que você saiba que esse é um investimento necessário.

Mesmo que não possua orçamento para montar um stand, porque o custo da infraestrutura é muito alto, você deve acompanhar pessoalmente. Isso ajuda, inclusive, a analisar o concorrente e observar o que está sendo apresentado no stand dele. 

3 dicas do Isaque Guanabara para fazer negócios em feiras de energia solar

Na visão do especialista de produtos da Sungrow, o passo mais importante a ser dado é ir até o evento e participar ativamente. Isso porque fabricantes e distribuidores investem muito dinheiro nessas feiras, o que pode custar até 600 mil reais. E eles estão ali para realizar um atendimento. 

Sendo assim, ele recomenda para todos aqueles que estão indo pela primeira vez a esses eventos essas três dicas:

1. Acesse o site do evento com antecedência.

É fundamental visitar o site do evento com determinada antecedência, para verificar quais fabricantes e distribuidores estarão presentes e, de modo geral, todos os stands que te interessam. 

2. Liste os principais stands e os visite no primeiro dia.

O primeiro dia será aquele em que você conseguirá ter maior concentração. Por isso, é importante que você visite os stands principais já no início do evento. Desse modo, ficará livre para aproveitar os dias seguintes como desejar. 

Sem esse planejamento, é possível que você acabe perdendo o foco, visitando stands que não vão te gerar grandes resultados. E aquele que realmente era importante, você acaba deixando para última hora. Contudo, nas últimas horas do último dia de evento, os expositores já estão cansados e não darão a mesma atenção.

3. Veja quem são as pessoas referências dos stands.

É importante observar quais são as pessoas referências de cada stand que você irá visitar. Essa é uma oportunidade de fazer perguntas e explorar, porque muitas vezes não é só uma dica ou apresentação do produto em si. Mas sim uma possibilidade de obter dicas e insights. 

Desse modo, você consegue saber mais sobre o mercado e onde estão as tendências e oportunidades. Além disso, ainda te ajuda a criar um relacionamento. Isso é extremamente importante, principalmente com a volta dos eventos presenciais. 

Para Isaque, o setor da energia solar fotovoltaica viabiliza a construção de grandes amizades. Isso ajuda a compartilhar conhecimentos e experiências positivas e negativas, para que seja possível construir um caminho de evolução. 

Como obter uma boa experiência nos eventos presenciais do setor solar

Fabio Furtado reforça a importância de realizar um planejamento, principalmente em uma feira como a Intersolar, devido a quantidade de stands que estarão expostos. Também é preciso atentar ao tempo que será gasto em conversas, pois é possível que isso tire o foco das negociações.

Também é necessário chegar cedo ao evento. Isso porque a grande maioria das pessoas chega um pouco tarde, o que deixa o ambiente mais vazio logo no início. 

Assim, você consegue obter mais atenção e conversar melhor com os representantes dos  stands que visitará. Principalmente nos stands de grandes empresas, que costumam receber bastante visitas. Caso contrário, precisará disputar a atenção com várias outras pessoas.

Organização

Se organize para chegar nos horários iniciais dos eventos e ir aos stands principais. Isaque Guanabara alerta que com duas ou três horas do início da feira e durante o período da tarde, a disposição dos expositores é menor. Além disso, haverá mais pessoas.

Networking

Outra dica importante é pegar o contato das pessoas com quem você fará um networking, pois é difícil estabelecer uma conversa longa durante esses eventos. Entretanto, é possível criar um vínculo e estabelecer um diálogo logo após. Então o “pós-feira” é muito importante. 

Para Isaque, um ponto importante, até para abrir essa nova conversa, é registrar todo o conhecimento que você está conseguindo obter ao longo do evento. Então, se possível, leve um caderno e faça anotações.

Redes sociais

A cobertura do evento também deve ser bastante explorada, com uso de vídeos de fotos, para mostrar nas plataformas digitais que você está participando daquilo, alimentando as suas redes sociais. Isso ajuda a despertar o interesse em um cliente, pois gera uma credibilidade e uma autoridade muito grande. 

Para Fabio Furtado, isso ajuda a chamar a atenção do cliente, porque mostra que você está realizando um investimento e com quem está fazendo um networking. E é importante lembrar que seu cliente está no digital, no Instagram e Facebook, principalmente.

2 comentários em “Como fazer negócio em feiras de energia solar fotovoltaica”

  1. Nédi Ávila Rodrigues.

    Obrigado pelas boas informações vou continuar sempre acompanhado a Solar Z fico no aguardo de mais novidades forte abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.